terça-feira, 2 de setembro de 2014

E Tu? Porque te acostumas com tão pouco?

Olá,
A maioria das pessoas (cerca de 60%, num estudo feito nos EUA), reconhecem que não são bem sucedidas profissional e pessoalmente porque ficaram ultrapassados.
Porque se acostumaram com o pouco que tinham e não reverteram a situação.
E porque agem assim?
Porque se acomodam as pessoas?
Porque não percebem que têm de evoluir para terem resultados e atingirem objectivos.
Para quem quer ter sucesso, evoluir é fundamental. Infelizmente existe cada vez mais pessoas com medo de mudar, pois isso representa um passo no escuro.
Então, surgem aquelas desculpas para justificar o fracasso.
- Odeio este trabalho, mas será que vou encontrar um melhor?
- Não aguento mais viver com um ordenado miserável, que nem dá para pagar as contas, mas será que conseguirei um melhor?
- Agora com a crise que existe por aí e tanta gente desempregada, onde vou encontrar melhor, se entretante desistir deste? E se não consigo outro?
- Não tenho tempo para estar com a minha familia porque o trabalho  absorve-me 12 horas diárias (sim, desde que sais de casa até ao regresso), mas se o deixar será que vou conseguir melhor?
Pois quero deixar bem claro que são só desculpas. 
Quando temos pouco, mas que está sob controlo, mesmo abdicando daquilo que mais desejamos, tendemos a manter o mesmo rumo.
E só percebemos que estamos estagnados quando surge um grande problema, que sacode por completo a nossa vida.
Tenha coragem de se reinventar, de se surpreender.
Se a tua vida não está da forma como queres, "joga as roupas velhas no lixo e monta um guarda roupa novo".
Nunca houve tantas oportunidades, nunca o mercado esteve tão dinâmico e tão acelerado como agora em alturas de crise.
Crescer requer a ousadia de explorar o desconhecido. E sempre hverá insegurança e medo.
Porque viver em "segurança" é viver na probreza: quem só deseja o conhecido acaba se acostumando com pouco e com um horizonte muito limitado.
Quando se acostuma com o seguro, mas tão pouco, quando este sentimento de pobreza é mais forte que a curiosidade, que os estímulos que te empurram para a frente, o resultado é a estagnação e a morte dos teus sonhos.
É preciso ir além da insegurança.
Se queres um futuro diferente, deves assumir contigo mesmo este compromisso:refletir, verificar o que te incomoda, o que realmente desejas e mudar, mudar, até chegares aonde queres
E não te esqueças, qualquer atitude que tomes, o medo estará sempre lá, assim como as inseguranças. Fazem parte do percurso que leva à realização.
O grande desafio, a grande conquista é fazer aquilo que te propões para te tornares naquilo que queres e desejas ser e ter, e não naquilo que os outros querem que sejas.

                         "A tua zona de conforto pode atrasar o teu sucesso"
Ver Mais artigos em http://blog.luisaeantonio.com
Um abraço
Luísa de Sousa