quinta-feira, 30 de abril de 2015

Sabes o que mais gosto de fazer?



O que eu mais gosto de fazer, além de estar com a minha familia e dedicar-lhes toda a minha atenção, é fazer uma actividade física – pilates, yoga, dança, treino aerobio, musculação.
Sou uma verdadeira fitnista, adoro tudo o que envolva o exercício físico.
É o meu antídoto para a depressão, mal  disposição, problemas hormonais, problemas físicos, etc. que afetam a nós mulheres.
Sou verdadeiramente apaixonada pelo movimento.
Mas, notei que, apesar de fazer um esforço sobrenatural para fazer exercício físico diariamente, muitas vezes só 30 minutos/dia, ficava querendo mais, e mais.
O exercício físico dá-nos aquela adrenalina, e vontade de fazer mais e mais.
Dá-nos uma enorme sensação de paz, tranquilidade e bem-estar.
E o que me impedia de ter esta actividade diariamente?
O meu dia-a-dia super estressante, super ocupado, saía de casa às 7,30 e regrassava às 19,30 horas.
Ora, como é possivel atender à familia, casa, trabalho e ainda ter tempo para esta paixão?
Impossível, diria a maioria.
Tinha que mudar!
Tinha que fazer alguma coisa para conseguir ser feliz e ter a minha familia feliz!
Porque deves essa felicidade à tua família. Se estiveres feliz, eles também estarão.
Tinha que encontrar uma maneira de ter tudo!
Foi então de descobri o trabalho a partir de casa, Internet Marketing.
Com a Empower Network tenho tempo para a casa, familia, exercício físico, saídinhas com o maridão e filhas e ter uma actividade profissional que está a revelar-se, igualmente uma verdadeira paixão.
E Porquê?
Porque devemos viver permamentemente apaixonados pelo que fazemos!
Porque devemos perseguir os nossos sonhos!
Porque devemos ser felizes!
E Transmitir essa felicidade!
Afinal devemos isso ao mundo.

Se queres, tal como eu, queres ser bem sucedido e feliz, clica no link abaixo e mostro-te como funciona este projecto que mudou a minha vida e está a mudar a vidas de muitas pessoas que dele fazem parte.

Um abraço
Luísa de Sousa

quarta-feira, 29 de abril de 2015

A Dança como Terapia



Hoje é o Dia Mundial da Dança.
E para homenagear este dia tão especial para mim, não só porque é o dia do meu aniversário, mas também porque sou apaixonada por qualquer forma de dança, o meu artigo de hoje é sobre a Dança.
A dança é uma das três principais artes cénicas da Antiguidade, ao lado do teatro e da música.
Caracteriza-se pelo uso do corpo, seguindo movimentos previamente estabelecidos (coreografia) ou improvisados (dança livre).
Na maior parte dos casos, a dança, com passos cadenciados, é acompanhada ao som e compasso de música e envolve a expressão de sentimentos potenciados por ela.
A dança é uma manifestação instintiva do ser humano e desde os primeiros tempos da sua existência que o Homem se movimenta ritmicamente para se aquecer e comunicar (Romão & Pais, 2006).
A dança tem tido diversas faces e tem servido muitas necessidades ao longo dos tempos, quer seja, pela magia, rituais, religiosas, sociológicas ou educacionais. A dança tem sido uma expressão espontânea de sensações, tem sido cuidadosamente composta, tem sido desfrutada como uma atividade comum, tem sido representada como um espetáculo (Russel, 1969).
A dança pode ser representada por três fases distintas, no decurso da sua evolução, que ocorreu em diferentes espaços e culturas, com ordem e formas diferentes (Santos, 1997). Segundo a autora a primeira fase, a Dança Base ou Primitiva, tem início nos primórdios da humanidade, até aproximadamente ao século XVI.
A Dança Académica, corresponde à segunda fase, inicia-se no século XVII.
A Dança Contemporânea, terceira fase, surge no século XIX e vai até aos nossos dias.
Joyce (1994) afirma que a dança é uma AF única que trabalha de uma forma global a mente, o corpo e o espírito. Já para Santos (1997), a dança é uma AF que parte do corpo e do movimento, sendo portanto essencial ao desenvolvimento físico e motor do indivíduo. Surgindo como AF espontânea e natural, não deve ser travada, mas sim explorada, no sentido de favorecer o desenvolvimento e crescimento do homem.
O mesmo autor identifica também a dança como uma atividade que dá prazer a todo o ser humano que a pratica.
É uma forma de libertação de tensões, energias e emoções, o indivíduo adquire o seu equilíbrio psicofísico e, consequentemente, adapta-se e integra-se no meio que o envolve.
Desta forma, a dança apresenta-se como uma das atividades completas por concorrer de forma acentuada para o desenvolvimento integral do ser humano (Gariba & Franzoni, 2007).
Para estabelecer ou restabelecer uma melhor QV para os idosos, uma das melhores atividades terapêuticas é a dança.
Como AF, a dança talvez seja a mais completa de todas, por dar manutenção da força muscular, sustentação, equilíbrio, potência aeróbia, movimentos corporais de total amplitude de movimentos, e, mudanças do estilo de vida.
Além disso, a dança permite que idoso descubra a capacidade das suas articulações, o limite da sua força, o prazer de poder extravasar as suas emoções e os seus sentimentos através do seu corpo (Costa & Costa, 2007).
De acordo com o mesmo autor, o ato de exercitar a motricidade está naturalmente associado a fatores dos domínios cognitivo, afetivo e psicomotor, envolvendo, ainda, outros objetivos específicos como eliminar preconceitos; vivenciar o envelhecimento de forma consciente; vivenciar a sua nova identidade como uma fase do ciclo vital; fazer o idoso viver mais intensamente possível, dentro das suas possibilidades e limitações biológicas; obter saúde e prazer, praticando AF.
Salvador (2004), considera a dança como uma atividade estimuladora, promotora da integração e geradora de movimentos evolutivos e graciosos.
Neste contexto, a dança surge como uma AF que proporciona ao idoso um cuidado com o corpo, mente e também com as relações sociais, pois na maior parte das vezes é realizada em grupo.    
Lord, Ward, Williams e Strudwick (1995), identificam a dança como uma AF recreativa e uma das intervenções de saúde mais significativas na vida das pessoas idosas.
Para Rezende e Caldas (2003), a dança como AF, ajuda a garantir a independência funcional do indivíduo, através da manutenção da sua força muscular.
Costa e Costa (2007), em estudos efetuados, comprovaram que a dança tem benefícios para a saúde física e mental, principalmente em relação aos ganhos relacionados à força, agilidade, flexibilidade, equilíbrio, coordenação motora, atenção, concentração e memória.
Todaro (2001), num estudo, que teve como objetivo avaliar os efeitos de um programa de dança, considerada como AF e de expressão, sobre o estado funcional e o bem-estar físico, psicológico e social de idosos sedentários, concluiu, após o protocolo, que os participantes do programa de dança apresentaram, no pós-teste, níveis elevados de força, flexibilidade, agilidade e resistência aeróbia, quando comparados no pré-teste.
No que se refere aos aspetos psicológicos, este estudo corrobora as evidências do trabalho desenvolvido por O’Brien (1998), que demonstram que um estilo de vida fisicamente ativo pode servir de motivação para os idosos.
Também num estudo efetuado por Miranda, Godeli e Okuma (1996), a pesquisa aponta que a dança, como programa de AF regular, causou melhorias no bem-estar psicológico dos idosos, diminuindo a depressão, sugerindo que a manutenção do bem-estar é proporcionada pelo benefício das atividades físicas (Suominen, 2002) demonstrando que os exercícios físicos feitos durante as aulas de dança promoveram ganhos psicológicos, mostrando o valor psicológico implícito na AF (Shepard, 1987).

Um abraço
Luísa de Sousa

Polina Seminova!!!

segunda-feira, 27 de abril de 2015

A magia das segundas-feiras





Hoje é Segunda-feira.

Até aqui tudo bem.

Existem muitas segundas-feiras ao longo do ano.

Mas  agora as  segunda-feiras são muito especiais para mim.

Porque agora não saio às segundas-feiras, como a maioria das pessoas,  às 07.00 horas da manhã, para ir trabalhar.

E sinto-me  extremamente feliz por ficar em casa a trabalhar no meu Projecto Online em Internet Marketing.

E ter todo o tempo para fazer o que mais gosto….

Trabalhar numa área que me sinto valorizada e realizada…..
e estar ao mesmo tempo no meu ambiente, que eu adoro.
 E ajudar outras pessoas a Mudarem a sua Vida.
Antes de ter tomado a decisão de deixar o meu anterior trabalho, onde era muito mal paga, onde trabalhava de forma dura e exaustiva, em tarefas que não me valorizavam nem me realizavam, onde não tinha tempo para nada……

Sentia uma profunda tristeza aos domingos à tarde.

Porque se aproximava a segunda-feira……

Depois de tomar a decisão de me dedicar 100% a este Projectotudo se alterou…

As contas ao fim do mês deixaram de ser um problema…

Estou muito mais feliz….

Muito mais realizada….

Num trabalho motivador….. na Empower Network…

Com uma equipa que me apoia a 100%….

Com toda a Liberdade de tempo….para acompanhar as minhas filhas….

E disponível para ajudar outros que queiram mudar a sua vida e que decidam fazer o mesmo que eu.
Este projecto 100% Online é tudo o que sempre quis para a minha vida.

Finalmente consigo ter tudo o que ambicionava.

Independência Financeira…
Liberdade de Tempo….
Trabalhar num negócio motivador…
Com uma Equipa que Ajuda


E sabes qual o meu próximo objectivo?
Ajudar ao máximo as pessoas que se juntam
a nós a terem os mesmos ou melhores resultados que nós.

E, para ara te providenciar o melhor serviço possível,estou actualmente à procura de apenas 10 pessoas que estejam dispostas a ser treinadas, usando as mesmas técnicas que eu aprendi.Vou investir o meu tempo a mostrar-te como ganhar mais dinheiro do que alguma vez possas ter imaginado.

Queres que faça isso contigo?
Está na hora de juntar-te à nossa equipa 
Espero por TI
Um abraço
Luísa de Sousa

Declarações de Rendimentos nesta mensagem. Obviamente que os exemplos de ganhos aqui discutidos são extraordinários.Os valores ganhos aqui apresentados não  têm a intenção de servir de garantia de rendimento.Em vez disso foram concebidos para te dar uma ideia do que é possível.O sucesso neste negócio requer liderança, trabalho árduo e dedicação.Uma vez que queremos ajudar-te a tomar um decisão informada vamos para além do documento de valores ganhos.www.empowernetwork.com/income.

domingo, 26 de abril de 2015

Emoções positivas fazem bem!




Sentimentos como o amor, a compaixão, a alegria, a felicidade e a bondade melhoram o bem-estar  físico, psíquico e social.
Um estudo norte americano, publicado na revista Psychological Science, confirmou isso mesmo com base num curso de meditaçao.
Os participantes foram escolhidos aleatoriamente e divididos em dois grupos.
O primeiro realizou um curso de meditação de seis semanas, ao longo do qual os seus membros aprenderam a cultivar emoções positivas em relação a si e aos outros.
O segundo grupo ficou em lista de espera para fazer o mesmo.
Os indivíduos que integraram o curso mostraram um aumento na actividade de nervo vago – que ajuda a regular o ritmo cardíaco e é implicado na construção das relações com os outros.
Verificou-se que o grupo em estudo aumentou consideravelmente as suas emoções positivas que, por sua vez, incrementaram a actividade do nervo vago, com reflexos positivos na sua saúde física.
Fonte: Teste Saúde – abril/maio 2015. Deco Pro Teste.
Um abraço
Luísa de Sousa

sábado, 25 de abril de 2015

O que desejas a nível profissional?



Hoje vou partilhar contigo um dos meus Objectivos e Sonhos quando decidi mudar a minha situação profissional que tinha e abraçar este Projecto em Internet Marketing – Empower Network:

 As perguntas que fiz a mim própria foram…

 O QUE QUERO A NÍVEL PROFISSIONAL?

 O QUE QUERO FAZER DAQUI PARA A FRENTE?

 Encontrei as respostas:
- Fazer os meus próprios horários
– Decidir o ritmo a que quero desenvolver o meu trabalho
– Trabalhar menos horas que num emprego tradicional
– Ganhar mais do que num emprego tradicional
– Trabalhar em qualquer lugar
– Ter um negócio o mais automatizado possível, para me poder focar no que realmente interessa
– Criar
– Ser eu própria
– Trabalhar com pessoas com quem me identifico
– Trabalhar com pessoas com quem partilho valores
– Trabalhar com pessoas que trabalham com e para as pessoas
– Desenvolvimento pessoal contínuo
– Trabalhar num ambiente de cooperação e entreajuda
– Oportunidade para desenvolver competências de liderança
– Oportunidade para desenvolver as minhas capacidades de comunicação
  
Identificas-te?

Também Tens este Objectivo?

Este objectivo Profissional?

Empower Network é um projecto inovador, que está a ajudar milhares de pessoas como Tu e como eu, que temos sonhos para realizar. 
Vimos na Empower Network um veículo para transformar as nossas vidas, arriscámos, e algo maravilhoso aconteceu: enquanto nos dedicamos a mudar as nossas vidas, apercebe-mo-nos que estamos ao mesmo tempo a contribuir para que muitas outras pessoas façam o mesmo.

É esta a magia da Empower Network e do nosso grupo português Lazy Millionaires League



Que vida queres para ti?
Queres trabalhar comigo na minha equipa?
Estarei ao teu lado, a ensinar-te passo-a-passo tudo o que aprendi até que tenhas sucesso!
Entra em contacto comigo por skype: luisadesousa11
Um abraço 
Luísa de Sousa

quinta-feira, 23 de abril de 2015

Como atrair tudo o que queres!



Num estudo conduzido por Scrully Blotnick (Vitale, 2007), cujo tema era “Como tornar-se milionário”, sobre um universo de 1500 pessoas, que foram divididas em duas categorias: as da categoria A disseram que em primeiro lugar, tentariam conseguir o dinheiro e que só depois fariam o que realmente queriam. Integravam neste grupo 1245 indivíduos.
Os elementos pertencentes à categoria B, num total de 255, declararam que procurariam, em primeiro lugar, ir ao encontro dos seus interesses, esperando que o dinheiro surgisse mais tarde.
E o que aconteceu?
Decorridos alguns anos, havia 101 milionários no universo global de pessoas estudadas.
Apenas 1 pessoa pertencia ao grupo A.
As restante 100 pessoas, provinham do grupo B, aquele cujos elementos tinham optado por dar primazia à persecução das suas paixões, deixando que o dinheiro viesse mais tarde.
Aqui está uma excelente pista de como atrair dinheiro.
Podemos então perguntar: Onde se deve encontrar a nossa atenção?
No dinheiro ou na paixão?
Tenho um amigo que costuma dizer: ” primeiro decide, age, depois cria as circunstâncias para…..”
Aprendi ao longo do tempo que somos seres humanos, não “fazeres humanos”.
E quando atingimos um estado existencial interior de grande clareza, relativamente ao nosso papel no mundo, às nossas paixões, àquilo que realmente nos inspira e faz feliz, o mundo praticamente virá até nós.
E quando estivermos absolutamente seguros do carro, casa, emprego, viagem, negócio, amor, o que quer que seja que pretendamos, começaremos a atrair tais coisas para nós.
Tudo na vida aparenta ser moldável. Tudo por ser moldado para se ajustar àquilo que queremos e ao ritmo que pretendemos seguir.
E neste preciso momento, inclusive, enquanto lês estas palavras, podes começar a jogar com novas possibilidades: O que é que eu desejo ser, fazer ou ter?
Ganhar muito dinheiro? Porque não?
Ter um novo estilo de vida? Porque não?
Fazer uma viagem? Porque não?
Ter um apartamento de luxo? Porque não?
Ter um novo amor? Porque não?
Curar-se de uma doença? Porque não?
Tudo, mas mesmo absolutamente tudo, é possível ter, ser e fazer!
Porque tudo o que imaginares e retiveres na tua mente, com energia e concentração, tenderá a ser criado na tua realidade. 
Tu o atrairás!
Termino o artigo com uma frase, em forma de síntese, que elucida tudo o que escrevi: “Procure lembrar-se de que a imagem que você pensa, sente ou vê se encontra reflectida na Mente Universal e que, pela lei natural da acção recíproca, deverá retornar a si, seja sob a forma espiritual ou material” -Joe Vitale.
Vê aqui neste link abaixo como eu consegui ser, fazer e ter tudo aquilo que eu sempre quis….
Queres ver como funciona este projecto?
Onde tudo na tua vida se pode realizar?
Gostarias de trabalhar comigo?
Um abraço
Luísa de Sousa

quarta-feira, 22 de abril de 2015

Envelhecimento Activo



Hoje inicio uma nova categoria no meu Blog – Envelhecimento Activo.
Sempre fui apaixonada pela vida activa, sou muito energética, mas lembro-me de quando tinha 15 anos, ter decidido ter comportamentos saudáveis (alimentação correcta, prática de exercício físico, não fumar, não beber, etc), porque queria ter umEnvelhecimento Saudável.
Queria ser uma velhinha activa, cheia de energia, e como imensa mobilidade para não depender de terceiros.
Como o envelhecimento é a minha área de formação académica, e também uma área que me apaixona, decidi escrever tudo aquilo que sei e que aprendi ao longo da minha formação.
Num contacto diário que tive ao longo de vários estágios académicos que fiz durante a minha formação, facilmente constatei que existem formas distintas de envelhecer.
Um envelhecimento “bem sucedido”, “satisfatório”, “activo”, não depende exclusivamente de factores como a sorte ou o património genético.
Depende de cada um de nós, das nossas acções ao longo da vida, dos nossos hábitos, costumes e responsabilidades.
A saúde, mas também os “comportamentos e os afectos, as amizades, e os contextos de vida, o tempo socioeconómico e histórico que experienciamos,  tendem a confundir-se com os resultados dos percursos individuais, num balanço, constante entre os factores da pessoa e do meio, mediados por significados e valores” (Ribeiro & Paul, 2011).
Neste contexto de heterogeneidade, será que podemos descortinar caminhos de comportamentos adequados e resultados positivos?
Ou será que podemos traçar fronteiras entre a adaptação e o desajustamento aos desafios associados ao envelhecimento?
Ou resta-nos a passividade da fortuna de envelhecer bem ou do infortúnio da dependência e da incapacidade, progressiva e inexorável?
A resposta a estas questões tem vindo a ser estudada recentemente, em diferentes áreas científicas.
Segundo a OMS – Organização Mundial de Saúde (2002), o conceito de Envelhecimento Activo, que surge na sequência de envelhecimento saudável, estende-se para além da saúde, a aspectos socioeconómicos, psicológicos, “integrados num modelo multidimensional que explica os resultados do envelhecimento”. Ora este conceito preconiza a qualidade de vida e a saúde dos mais velhos, com manutenção da autonomia física, psicológica e social, em que os idosos estejam integrados em sociedades seguras e em que “assumam uma cidadania plena”. O conceito “activo” remete, pois, para uma participação e envolvimento dos mais velhos nas várias questões sociais, culturais e económicas, civis e espirituais, e não “apenas à capacidade de estar fisicamente activo ou de fazer parte do mundo do trabalho.
Esta “nova forma de entender e perspectivar o envelhecimento enfatiza a importância de as pessoas perceberem o seu potencial para a promoção doseu bem-estar e, sobretudo, da sua qualidade de vida” (Ribeiro & Paul, 2011)

E ser activo, à medida que a idade avança, também já “não se limita à prática de actividade física, mas envolve o estímulo cognitivo, a saúde mental, a interacção com os outros, uma alimentação e comportamentos saudáveis, cuidados com a saúde oral, a prevenção de acidentes, a assumpção de uma sexualidade saudável e o reconhecimento do direito ao afecto, à dignidade e ao respeito, ao combate aos fenómenos dos maus tratos, de violência e de abuso, de isolamento e de solidão de que tantos dos nossos mais velhos são ainda vítimas nos dias de hoje”.

Espero que tenham gostado desta minha nova categoria e do meu artigo sobre  o Envelhecimento Activo.

Um abraço
Luísa de Sousa.

Bibliografia:
RIBEIRO, O;  & PAUL, C. (2011). “Envelhecimento Activo”. Lisboa: Lidel, Edições Técnicas, Lda.

terça-feira, 21 de abril de 2015

Os 13 maiores erros dos “Novos Ricos”



Os “Novos Ricos”, na opinião de Timothy Ferris, autor do best seller “4 Horas por Semana”, são todos aqueles que decidem ser empreendedores, que decidiram um dia fazer tudo aquilo que realmente gostam. Sãos os que “reescreveram as regras do trabalho para ganhar tempo”, um tempo de qualidade e um novo estilo de vida.
E na concepção de um estilo de vida melhor, os erros são o aspecto mais importante.
Segundo Tim Ferris (2011), exige “combater impulso atrás de impulso do velho mundo da protelação” da vida baseada na reforma.
Eis alguns descuidos, segundo o autor, que poderemos ter, se quisermos abraças este movimento dos chamados “Novos Ricos”:
1 – Perder de vista os sonhos e cair no trabalho apenas pelo trabalho – todos temos sonhos, mas mas muitas vezes ficamos presos no trabalho e esquecemos o mais importante: qualidade de vida.
2 – Controlar em excesso e enviar e-mails ou sms para preencher o tempo – Estabeleça prioridades, cenários para problemas e regras, e limites para tomadas de decisão autónomas – depois para para a sanidade de toda a gente envolvida.
3 – Tratar de problemas que as suas empresas em outsourcing ou colegas de trabalho podem tratar.
4 – Ajudar empresas em outsourcing ou colegas de trabalho com o mesmo problema mais do que uma vez, ou em situações que não representam crises nem urgências.
5 – Andar atrás de clientes, particularmente potenciais cliente não qualificados ou internacionais, quando tem cash flow suficiente para financiar as suas actividades não financeiras.
6 – Responder a e-mails que não resultarão numa venda ou que podem ser respondidos através de “Perguntas e Respostas mais Frequentes” ou do respondedor automático.
7 – Trabalhar onde vive, dorme ou se devia descontrair – separe os seus ambientes, designando um espaço único para trabalhar e outro para se divertir ou descontrair.
8 – Não efectuar uma minuciosa análise 80/20 a cada duas ou quatro semanas para o seu negócio ou vida pessoal.
9 – Esforçar-se por atingir a infinita perfeição em vez de óptimo ou simplesmente bom quer na sua vida pessoal, quer na profissional.
10 – Empolar minudências e pequenos problemas para um nível desproporcionado como desculpa para trabalhar.
11 – Transformar questões que não são delicadasem termos de tempo, em urgentes para justificar trabalho.
12 – Considerar um produto, emprego ou projecto como tudo o que interessa na sua existência – A vida é demasiado curta para desperdiçar, mas também demasiado longa para se ser pessimista ou niilista.
13 – Ignorar as recompensas sociais da vida – Rodei-se de pessoas sorridentes e positivas que não tenham absolutamente nada a ver com trabalho. A felicidade partilhada na forma de amizade e amor é felicidade multiplicada.

Estes são os maiores erros, na opinião de Timothy Ferris que cometem os “Novos Ricos” quando decidem romper com as amarras de um trabalho extenuante e que rouba muitas horas diárias e se transformar numa pessoa que busca uma melhor estilo de vida.

Espero que este artigo vos tenha sido útil.

Acede aqui à minha nova forma de trabalhar:


Um abraço
Luísa de Sousa

segunda-feira, 20 de abril de 2015

Eu Trabalho em Casa!




Estou aqui, bem cedo, junto ao meu computador, a escrever este artigo para o meu Blog


Sei que é uma segunda-feira. Não saí de casa cedo para trabalhar, como a maioria das pessoas!


Não tenho mais que fazer isso. Trabalho em casa, à hora que me apetecer.


Mas, como gosto de me levantar cedo, faço todo o meu trabalho online, em Internet Marketing, que me ocupa umas 2 a 3 horas por dia e fico com o meu tempo livre para fazer o que mais gosto.





Mas já fui empregada durante muitos anos. Foram os tempos mais infelizes da minha vida.


Sei o que sentes!


Sei o que é viver o dia todo stressada, cansada, desmotivada , tentando dar o meu melhor no trabalho e não ser reconhecida.


Passei por tudo isso, anos a fio!


Porque nunca me apresentaram uma outra solução.


Vivia desgastada com tudo. Até a minha vida familiar e social foi afectada, tamanha a minha infelicidade.


E quando chegava ao domingo à tarde?


O aperto no estômago? De estar a terminar o fim de semana e que enfrentaria mais uma semana de trabalho árduo e miserável?


Aquela sensação de que estás cada vez mais para o fundo do poço!!!


Passei por tudo isso!


Ainda por cima não ganhava para merecer para tal sacrifício.


Hoje, tenho o meu negócio próprio da Empower Network.






Trabalho a partir de casa, em Internet Marketing, 
e tenho toda a Liberdade de Tempo e Financeira.


Sou eu que decido as horas  que quero trabalhar e quanto quero ganhar.


Agora estou semanalmente de forma consistente no TOPs de Rendimentos  e Recrutamento da Empresa.


Sim, isso é possível...para qualquer um!!!! Logo eu que não percebia nada de Internet Marketing.


Só precisas de um computador e uma ligação à Internet. E trabalhas onde quiseres!!!





Não é espectacular?


Não é este tipo de vida que a maioria ambiciona? Numa segunda feira de manhã?


Não ter de aturar chefes aziados, retrógrados e ditadores???


Não ter de enfrentar o trânsito?


Não ter de deixar os filhos pequenos bem cedo na creche?


Mas achas que sempre pensei assim? 


Eu pensava que isto era impossível para mim.


Eu? Mas quem sou eu para conseguir ir tão longe? 


Quem sou eu para ter tanto sucesso?



Nunca pensei que um dia fosse possível. Mas o dia chegou. E se eu consegui, tu também consegues!

Tu és o(a) único(a) responsável por ti!

Queres mudar a tua vida? 

Arrisca! 

Dá tudo pelo teu bem-estar e qualidade de vida! TU MERECES!! 

E eu estarei do lado de cá à tua espera para te abraçar e acompanhar, passo a passo, no teu percurso, até TU brilhares!


Para te juntares AGORA à minha equipa.....




Não percas esta Oportunidade!!!

Um abraço

Luísa de Sousa

Declarações de Rendimentos nesta mensagem.
De forma nenhuma são garantidos rendimentos de qualquer espécie.
Todos os exemplos apresentados são reais e comprováveis e estão aqui como ilustração do que é possível.
Os rendimentos médios estatísticos estão publicados em tempo real no rodapé de todas as páginas do site.
Acreditamos que poderás também atingir grandes resultados e que farás as escolhas mais acertadas para viveres uma vida fantástica. Consulte os rendimentos médios em: www.empowernetwork.com /income