quarta-feira, 8 de abril de 2015

Pilates para toda a Vida!



Perguntam-me com muita frequência o que faço para estar na minha idade, em forma.
Não é nenhuma poção mágica.
Nem vou fazer segredo disso.
Posso até partilhar, com muito gosto, o que faço para me manter sempre activa e com saúde.
Faço-o porque resulta para mim e quero partilhar de forma a poder inspirar outras pessoas a terem uma maior qualidade de vida.
Um dos segredos é o Pilates.
Foi paixão à primeira vista.
E vou fazer para o resto da minha vida.
Então o que é o Pilates?
O método Pilates foi criado na década de 20 pelo alemão Joseph Pilates, tendo por base a contrologia ou o estudo do controle postural (Kolyniak, CavalcantI & Aoka 2004) e pode ser definido como um treino físico e mental, que promove a harmonia entre o corpo e a mente, melhorando a consciência corporal e bem-estar físico e mental (Pires & Sá, 2005).
O método é baseado em seis princípios básicos, que são: centro, controle, concentração, fluidez dos movimentos, precisão e respiração (Aparício & Perez, 2005).
  • Centro: o corpo tem um centro físico, onde se originam todos os movimentos, chamado de powerhouse (Centro de Força), o qual é composto pelos músculos abdominais, lombares e glúteos. Preconiza-se o reforço desse centro para promover a sustentação da coluna, dos órgãos internos e manutenção de uma boa postura;
  • Controle: o praticante deve ter total controlo do seu corpo, conhecendo e respeitando as suas limitações, procurando vencê-las para atingir a perfeita execução de cada movimento;
  • Concentraçãoa execução dos movimentos deve ser realizada, mantendo-se numa total concentração no centro de força, além da observação atenta de cada movimento necessário para a realização dos exercícios, para que se obtenha uma boa consciência corporal;
  • Movimento: os movimentos realizados durante a execução de cada exercício devem respeitar a fluidez e a harmonia;
  • Precisão: a precisão está diretamente ligada ao controle. Concentrando-se em cada etapa do movimento e conhecendo o corpo, é possível desenvolver o controlo necessário para se obter a precisão de cada movimento;
  • Respiração: Pilates enfatiza a importância de manter os níveis de oxigenação da circulação sanguínea. Este é o resultado de uma respiração adequada durante os exercícios, oxigenando o sangue e eliminando os gases nocivos. No Método Pilates todos os exercícios são associados à respiração.

Tendo em conta estes seis princípios, pode-se enumerar os benefícios da prática o método Pilates (Pires & Sá, 2005; Aparício & Perez, 2005; Crowther, 2010, Viegas, 2008): correção postural; aumento do equilíbrio e coordenação motora; alívio e prevenção de dores musculares; aumento da força e resistência muscular; aumento do controle muscular; prevenção de lesões; melhora da capacidade respiratória; aumento da agilidade e flexibilidade; tonificação e definição da musculatura corporal; melhoria do condicionamento físico e mental; integração do corpo e da mente; harmonização dos movimentos diários; aumento da consciência corporal; alívio do stress; e aumento da autoestima.
Com o método Pilates são exercitados, sobretudo, os grupos musculares mais profundos (Pires & Sá, 2005). Através dos exercícios suaves, mas eficazes, consegue-se uma harmonização entre a mobilidade e os movimentos controlados (Viegas, 2008). Segundo o autor, o equilíbrio natural dos músculos é restabelecido, os músculos encurtados são alongados, os músculos enfraquecidos, são fortalecidos.
As técnicas incluídas no método Pilates são adequadas a todos aqueles que querem cuidar de si mesmo e do seu corpo, tendo em vista a redução das tensões, dos problemas nas costas e das dores, a prevenção ativa dos problemas de saúde e a melhoria da estética corporal (Crowther, 2010). Segundo esta autora, através da respiração consciente e no foco da execução de cada exercício, o praticante aprende a concentrar-se, a detetar zonas tensas do corpo, sendo que o princípio fundamental consiste no controlo de todos os músculos do corpo através da mente, sendo necessária uma concentração intensa em cada movimento e em cada posição.
Descobri esta maravilha de treino físico e mental que é o Pilates e desde então, faço-o regularmente durante 1 hora.
Antes de iniciar o projecto Empower Network, fazia muito pouco, cerca de 15 minutos/dia, mas fazia sempre.
Agora como tenho muita disponibilidade de tempo faço-o durante 1 hora/dia.
Os resultados são espectaculares e vêm-se logo na primeira sessão: postura corporal mais alinhada e uma enorme sensação de bem-estar.
Se quiseres aderir a este projecto e assim, ter tempo disponível para a prática do Pilates clica neste link abaixo:
Estarias disposto a trabalhar comigo na Empower Network?
Um abraço
Luísa de Sousa