sábado, 15 de novembro de 2014

E Tu? O que estar a Rejeitar?

Olá,
Quando aparecem oportunidades na nossa vida muitas vezes fazemos"vista grossa", achando que não é para nós, que não somos merecedores, que não são assim tão boas, que não acreditamos assim à primeira vista, que ninguem acredita nelas e todos estão apreensivos......então não devem ser lá muito boas e pensamos....
Quando a esmola é muita até o pobre desconfia
Mas quando rejeitamos pessoas ou ideias porque a maioria não está de acordo com elas, podemos até ter razão...mas também começamos a ficar vazios por dentro.
Ao recusarmos aquilo que poderia funcionar, recusamos o nosso proprio crescimento.
Recusamos o que é possivel.
Pouco importa se o projecto que que queres seguir ou a oportunidade que desejas agarrar é ou não admirada e aceite pelos outros.
Pouco importa se o método para teres uma vida melhor que funciona contigo, não funciona com os outros.
O que importa és TU!
A tua FELICIDADE!
O teu BEM-ESTAR!
A tua VIDA.
A verdade é que não há método que resulte com toda a gente.
Não há negócio que seja adequado para todos.
Não há projecto que seja capaz de motivar todos.
Tudo vem de DENTRO DE TI!
Tu és o primeiro e o último especialista sobre a tua vida.
Recusar é muitas vezes uma forma de desviar as mensagens.
Trata-se de um mecanismo de auto-defesa, para te protegeres e não fracassar.
Mas, quando recusas a oportunidade, o método, o projecto que te é apresentado, mesmo que possa funcionar contigo, e que poderá modificar a tua vida.....de facto tens uma razão: permanecer exactamente onde estás!
Todas as pessoas bem sucedidas foram aceitando ao longo das suas vidas novas ferramentas, investiram milhares de euros em crescimento pessoal, em formação, em auto-estudo e nunca se arrependeram do que fizeram.
A chave, então, não está em rejeitar ou desaprovar....mas sim em assimilar, em tentar, em verificar onde é que podes MUDAR.
Ao rejeitarmos algo de bom, que poderia fazer diferença na nossa vida, estamos a auto-sabotar aquilo que dizemos que queremos.
Simplesmente recusamos o que de bom acontece.
É a auto-sabotagem em acção, levando-te a permanecer exactamente no mesmo lugar.
Para crescres tens de estar receptivo a tudo o que acontece à tua volta.
Uma vez mais, és tu quem tem a última palavra sobre a tua vida.
Presta atenção a ti próprio e faz o que for melhor para ti.
E ao fazê-lo mantém-te alerta aos momentos em que poderás estar a rejeitar a próxima dávida a vir ao teu encontro.
Abandana, pois, a tua atitude defensiva e deixa entrar as oportunidades na tua vida.
Se queres saber mais deste projecto que modificou a minha vida por completo clica aqui e subscreve...
Ou se tens dúvidas consulta a página de perguntas e respostas aqui...
Ou junta-te a esta maravilhosa equipa aqui...
Um abraço
Luísa de Sousa





The income claims represented in this blog post are extraordinary and do not make a guarantee for your success or income level. Please see Empower Network's average affiliate earnings at:http://www.empowernetwork.com/income