quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Maldito Metabolismo que não deixa Emagrecer!

Come pouco e mesmo assim engorda?
Faz exercício e não atinge o peso ideal?
Não consegue emagrecer e parece que está sempre com aquela sensação de “inchaço”?
Quantas vezes já deu por si a pensar que não como exageradamente, que até a “água engorda”?
A culpa pode ser do seu metabolismo.
Sim, o metabolismo pode ser o responsável por não conseguir perder peso e emagrecer.
Saiba como é que ele funciona e o que pode fazer a seu favor.

O que é o metabolismo?

O metabolismo “é a forma como o nosso organismo funciona” – Marta Braga
Segundo Marta Braga a actividade metabólica depende de 3 factores:
  • da função hormonal
  • da alimentação
  • da temperatura ambiente
Existem certos factores ao nível do nosso metabolismo que podem contribuir para a acumulação de gordura no nosso organismo.
Existem pessoas que têm um metabolismo mais lento, outras, as mais privilegiadas, que o têm mais acelerado, ou seja, queimam mais calorias e emagrecem.

Então como podemos ter um metabolismo mais acelerado?

São vários os factores que influenciam o metabolismo, entre eles estão a genética, a idade, o peso, a altura, o sexo, o tipo de alimentação, a temperatura ambiente e a prática de exercício físico.
Isto tudo associado ao facto de que  “qualquer função do organismo é controlada pelas hormonas, percebemos, que se, por alguma razão, esse equilíbrio não é garantido, o corpo deixa de funcionar como deveria” (Marta Braga).
Falo de hormonas porque são elas que  interferem na nossa fome, nos nossos níveis de energia, na acumulação de gordura e no nível de massa magra (muscular).
Toda a energia que consumimos e armazenamos é usada em primeiro lugar para respirar, dormir ou para fazer com que os órgãos vitais do nosso organismo funcionem, e “apenas 15 a 30% das calorias são queimadas para as restantes actividades”  (andar, cozinhar, fazer exercício, etc.).

Mas será que podemos acelerar o metabolismo?

13 dicas como potencializar o seu Metabolismo? – por Marta Braga

1 – Não fique muitas horas sem comer e evite as dietas ioiô – se ficar mais de 12 horas sem comer, o metabolismo desacelera cerca de 40%. Respeite sempre o horário das refeições.
2 – Pratique exercício físico regularmente – a forma mais saudável de acelerar o metabolismo. Deve fazer aulas aeróbicas e de pesos alternadas para queimar calorias, emagrecer e ao mesmo tempo tonificar os músculos.
3 – Invista nas gorduras saudáveis – os ácidos gordos Omega 3 aumentam a função metabólica de todas as células do nosso organismo
4 – Relaxe, respire e afaste o stress – o cortisol, hormona produzida pelo nosso organismo quando estamos stressados, provoca danos no metabolismo, ao mesmo tempo que aumenta o apetite e promove a inflamação.
5 – Transpire e limpe o organismo – transpirar, transpirar, transpirar, fazendo actividades para eliminar as toxinas e pesticidas químicos que prejudicam o organismo.
– Aposte nas fibras – ingerir legumes de folhas verde, leguminosas, cereais integrais e fruta ajuda não só a eliminar toxinas como diminui a velocidade com que o corpo absorve os açucares dos alimentos
7 – Coma antes de se exercitar – para manter os níveis de açúcar no organismo e para não comer a dobrar quando terminar.
8 – Diminua o café, prefira o chá verde – o café estimula a produção de insulina pelo pâncreas dando mais vontade de comer. O chá verde ajuda a acelerar o metabolismo o que faz queimar calorias e emagrecer.
9 – Evite comida processada -sempre que puder confeccione os seus alimentos.
10 – Coma pouco, mas várias vezes -come de 3 em 3 horas refeições leves.
11 – Elimine as bebidas açucaradas e gaseificadas – todas tornam o metabolismo mais lento.
12 – Evite o álcool e deixe de fumar – ambos põem em causa o funcionamento do sistema metabólico.
13 – Atenção às proteínas – consuma proteínas animais apenas 2 vezes por semana, no resto dos dias opte pelos vegetais.
São dicas muito simples e fáceis de aplicar no seu dia-a-dia.
Comece por cumprir algumas, aos poucos vá cumprindo as restantes e verá em pouco tempo o seu metabolismo a acelerar-se, queimar calorias e emagrecer.

Então e o factor idade?

A idade é um factor importante no que respeita ao metabolismo.
À  medida que envelhecemos, o nosso metabolismo torna-se mais lento.
Com o passar dos anos o nosso metabolismo desacelera, ou seja, a capacidade de transformarmos calorias em energia é menor.
Para ter uma ideia, “depois dos 20 anos o metabolismo diminui 2% por década e a partir dos 40 anos diminui 5% por década” – Marta Braga.
Não é por acaso que a maioria das mulheres se queixa que com a idade tem maior dificuldade em emagrecer.
E como podemos reverter esta situação?
Com a dupla de sucesso: Fazendo exercício físico regularmente, no mínimo 3 vezes por semana e ingerindo alimentos com poucas calorias.
Existe um factor que muitas vezes é negligenciado: a necessidade de criar massa muscular magra. Porque, quanto mais massa muscular magra, mais calorias se queimam.
Por isso quando se fala em fazer uma actividade física regular e progressiva temos de ter em conta o factor diversidade.
Os exercícios físicos devem ser diversificados: exercícios aeróbicos e cardiovasculares em conjunto com exercícios de musculação e de tonificação, se possível com carga.
São os exercícios com carga que vão formar massa muscular magra para assim, queimar mais calorias e emagrecer.
Mas, o último ingrediente para ser bem sucedido, onde quer que seja, é a vontade de MUDAR!
Um abraço
Luísa de Sousa