terça-feira, 31 de março de 2015

Novos Desafios Profissionais







Neste momento difícil que atravessamos, parece quase pretensioso falar de felicidade.
Falar de felicidade sobretudo no trabalho.
Provavelmente, nos dias que correm, o simples facto de alguns terem um trabalho, por mais monótono, stressante, e desinteressante que seja, já é motivo de felicidade.
A realidade, no entanto, é outra…..a maioria não se sentem realizados profissionalmente.
Até poderia apontar para uns 95%.
Então pergunto:
Que tipo de relação vamos ter com o trabalho no futuro?
Será que vamos deixar que isto aconteça? Sentirmos um nó no estômago sempre que nos falam em trabalho?
Está, então na hora de pensar numa forma laboral que se encaixe com os novos desafios que se avizinham.
“A narrativa do mercado de trabalho mudou, ou está a mudar, de forma irreversível” (Lúcio Lampreia).
Olha à tua volta.

O trabalho, tal como o conhecíamos, está a morrer.
Um “novo mundo laboral está a ser construído, de uma forma silenciosa, mas que ganha novos contornos” (Lúcio Lampreia).
Nas últimas décadas, na “maior parte dos sectores profissionais, os modelos de negócios mantiveram-se estáveis, fechados, entanques e agora um novo paradigma começa a surgir”.
Neste momento tudo mudou….
Durante anos a segurança,  conforto, o status, o salário certo ao fim de mês, a estabilidade laboral estavam do lado daqueles que nunca “saíam do lugar e iam progredindo com o passar do tempo”, neste momento nada é igual.
Hoje, admira-se mais quem seja empreendedor, tenha tempo para estar com a família e os amigos, quem tenha um tempo para o lazer, do que quem chega a casa exausto e sem tempo nem paciência para mais nada.
São, acima de tudo, “sinais de liberdade de pensamento que se reflectem numa forma de estar desprendida de coisas e ligada a ideias” (Lúcio Lampreia).
Perante os novos desafios que se avizinham, devemos ganhar consciência de que estamos por nossa conta, apesar de livres.
E quem não deseja ser livre?
Apesar de estar por sua conta?
E estar por sua conta obriga-te a ser empreendedor, sair da tua zona de conforto, e procurar outras oportunidades.
Há sete meses atrás, consciente desta nova realidade, abracei o projecto Empower Network, que me devolveu todas a liberdade de tempo e financeira para poder ser uma pessoa mais feliz.
Deixo-te aqui o link para acederes à minha página informativa.
Um abraço
Luísa de Sousa