segunda-feira, 13 de julho de 2015

Sentes-te feliz quando te levantas para ir trabalhar?



Como saber se estás feliz no teu trabalho?
Segundo um estudo realizado pelas Universidades de Stanford, Harvard e Claremont (USA), uma pessoa feliz no trabalho, ou com aquilo que faz, pode ser um trabalho fora de casa ouTrabalho a Partir de Casa, é aquela que faz o que gosta e, ao mesmo tempo, aquilo em que realmente se destaca, ou seja, estáapaixonada pelo que faz, de acordo com as suas preferências e aptidões.
Mas, de acordo com Daniel Goleman (Foco), na maior parte do tempo estamos stressadosangustiados, aborrecidos e com a sensação de que não estamos felizes e realizados.
Com a falta de emprego que existe actualmente em Portugal, quase que nem nos podemos dar ao luxo de sonhar com a nossa carreira de eleição, que estudamos e investimos anos, tempo e dinheiro na nossa formação.
Até atrevo-me a dizer que “somos obrigados” a aceitar o que quer que seja, com um salário miserável, porque escasseiam os empregos, e, temos de sobreviver.
Então, o que fazer?
Definhamos no emprego?
Procuramos outras oportunidades?
Continuarmos infelizes diariamente?
Sim, devemos sempre procurar outras oportunidades, elas até podem estar à nossa beira…..devemos sempre continuar a procurá-las e nunca desistir do nosso sonho, daquilo que realmente queremos fazer na vida e com a nossa vida.
Afinal a nossa felicidade depende daquilo que fazemos todos os dias, e o nosso trabalho absorve 7/8, senão mais horas do nosso dia.
Então o que fazer enquanto não chega aquela oportunidade que nos vai fazer sair desta má energia?
Para estar bem no teu local de trabalho (isto também se aplica a quem Trabalha a partir de Casa), e não te deixares levar pelas más energias que debilitam o teu dia-a-dia e estares com o ânimo em alta ao longo do teu dia aqui vão alguns conselhos para adoptares imediatamente (segundo Dália Bonet, Woman´s Health, 2014-2015):
1 – Corrige a tua Postura – De acordo com a Autoridade para as Condições do trabalho (ACT), as posturas incorrectas, cada vez mais frequentes no nosso dia-a-dia, sobrecarregam a coluna cervical, dorsal e lombar, tornando-se mais vulnerável a lesões, eventualmente graves, dando origem a uma “progressiva diminuição da nossa capacidade para o trabalho e aumentando o risco de desconforto e da dor, contribuindo também, para uma maior taxa de absentismo por doença”.
Então o que fazer?
Fazendo diariamente cerca de 1 hora de exercício físico. As modalidades que mais ajudam a prevenir estes problemas posturais são o Yoga, Pilates e Tai Chi Chuan.
Durante o teu dia no trabalho, evitar estar mais de 1 hora sentado na mesma posição, fazendo pequenos movimentos para aliviar a postura. A última moda, e que eu utilizo no meu Trabalho a Partir de Casa, é a utilização das Fitballs para substituir as cadeiras. Isto permite-me estar sempre em movimento, com uma postura alinhada e correcta, aumentando, assim, a flexibilidade e a tonificação dos abdominais e das pernas, estando em constante movimento, combatendo o sedentarismo.
- Diz adeus ao Stress – A maior parte das vezes exigimos o máximo de nós mesmos. E, de acordo com um estudo da Comunidade de Madrid (Espanha), o “stress é como uma patologia laboral que tem especial incidência no sector dos serviços”, sendo maior o risco em funções mais exigentes, especialmente aqueles que têm contacto directo com o público: comerciais, pessoal de saúde, atendimento, etc.
Para diminuir o stress provocado pelo trabalho, tenta cumprir o teu horário, não fazendo horas extra e não leves trabalho para casa. E sobretudo, reflecte sobre a verdadeira importância do trabalho na tua vida. Não tens mais nada além do trabalho? Família, amigos, lazer?
- Respira Fundo e Sai – Quando chega a hora de sair seja para o almoço, lanche ou saída ao fim do dia, fecha o computador, desliga tudo, respira fundo e sai. Isto aplica-se àqueles que têm por hábito não sair para as refeições e ficam a comer à frente do computador.
Deixa a tua mesa de trabalho – isto aplica-se  também a quemTrabalha a Partir de Casa – estica-te, agradece mais um dia produtivo, respira fundo e sai, nem que seja para apanhar ar. Afasta-te, nem que seja por 15 minutos (lanche), que só não vão ajudar a recarregar baterias, como vão melhorar o teu humor.
Sabias que os portugueses são o povo da Europa que mais sofrem no trabalho?
50% da nossa população sofre de stress no trabalho ( Agência Europeia para a Segurança no Trabalho).
Vamos fugir deste número?
Felizmente eu já não faço parte dele.
Um abraço


Luísa de Sousa